Mundo: 20% das crianças não têm acesso a água suficiente, diz UNICEF

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de março de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

De acordo com um relatório elaborado pela iniciativa Water Security for All e divulgado pelo UNICEF, atualmente 450 milhões de crianças - o que significa 1 em cada 5 crianças ou 20% - em todo o mundo não têm água acesso a água suficiente para atender suas necessidades diárias.

“A crise mundial da água não está simplesmente chegando, ela está aqui, e as mudanças climáticas só vão piorá-la”, disse a diretora executiva do UNICEF, Henrietta Fore. "As crianças são as maiores vítimas: quando os poços secam, são as crianças que faltam à escola para ir buscar água; quando as secas diminuem o fornecimento de alimentos, as crianças sofrem de desnutrição; quando as cheias chegam, as crianças adoecem devido a doenças transmitidas pela água e quando a água diminui, as crianças não conseguem lavar as mãos para combater as doenças", acrescentou.

Crianças enfrentam problemas críticos de acesso à água em 37 países, como no Afeganistão, Burkina Faso, Etiópia, Haiti, Quênia, Níger, Nigéria, Paquistão, Papua Nova Guiné, Sudão, Tanzânia e Iêmen, em toda África, no Sul da Ásia e no Oriente Médio.

"O Sul da Ásia abriga o maior número de crianças que vivem em áreas de vulnerabilidade alta ou extremamente alta de água - mais de 155 milhões de crianças", enfatizou o UNICEF.

No total, mais de 1,42 bilhão de pessoas vivem em áreas altamente vulneráveis para a falta de água.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit