Motorista acusado pela morte de Arthur Sendas é condenado a 18 anos de prisão

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de junho de 2009

Rio de janeiro — - O 1º Tribunal de Júri da Capital fluminense condenou a 18 anos e 4 meses de prisão o motorista Roberto Costa Júnior pelo assassinato do empresário Arthur Sendas, fundador do Grupo Sendas.

A sentença foi lida pelo juiz Fábio Uchôa por volta das 23h30. Roberto foi condenado por homicídio duplamente qualificado, ou seja, por motivo fútil e sem dar chance de defesa à vítima. O advogado do réu, Maurício Neille vai recorrer da decisão.

Roberto ainda foi condenado à 2 anos de prisão por porte ilegal de armas.

Arthur Sendas foi assassinado em 20 de outubro de 2008 em seu apartamento no Leblon. Roberto trabalhou por durante 10 anos para Sendas[1].

Referências

  1. G1- Suspeito de matar empresário Arthur Sendas diz que tiro foi acidental

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com