Moscou acusa Kiev de “destruir” acordos de Minsk

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

19 de fevereiro de 2015

Rússia

O embaixador russo na Organização das Nações Unidas (ONU), Vitali Tchourkine, disse hoje (19) que, ao pedir o envio de um contingente de manutenção de paz, o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, parece estar destruindo os acordos de Minsk (a capital da Bielorrússia). “Quando alguém, em vez de fazer aquilo que estabeleceu em acordo, promove um novo esquema, levanta a suspeita de que defende a destruição dos acordos de Minsk”, disse o diplomata, citado pela agência russa de notícia RIA Novosti.

Nessa quarta-feira (18), o presidente ucraniano anunciou que Kiev vai pedir o envio de um contingente de manutenção de paz designado pelas Nações Unidas para a área de conflito do Leste rebelde pró-russo. “Esses acordos acabaram de ser concluídos. Se propuseram, em seguida, outros esquemas, a questão que se coloca é a de saber se vão ou não ser respeitados”, acrescentou.

O Conselho de Defesa e Segurança da Ucrânia aprovou, na noite de ontem, a proposta do presidente para a entrada no país da missão da ONU, para impor o acordo de cessar-fogo, que foi quebrado no Leste da Ucrânia, após Debaltseve, cidade ferroviária estratégica, ter sido dominada por rebeldes pró-russos. O chefe de Estado da Ucrânia disse esperar que as consultas para a criação da força comecem rapidamente. O conflito na Ucrânia teve início em abril de 2014 e já deixou quase 6 mil mortos.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati