Ministério da Educação adia o Enem 2020

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de maio de 2020

Devido aos impactos da pandemia de COVID-19, o Ministério da Educação (MEC) decidiu adiar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. “As datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto nos editais”, diz o MEC e Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

As datas anteriores determinavam a aplicação da prova impressa em 1 e 8 de novembro. Por outro lado, os participantes da versão digital fariam o exame em 11 a 18 de outubro. Mais de 3,5 milhões de candidatos se inscreveram.

Para determinar a nova data, o Inep promoverá em junho uma votação dos inscritos ao Enem 2020, através da página do participante. O prazo para inscrição no exame é sexta-feira (22), até 23h59.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, mencionou através das redes sociais que a aplicação do Enem pode ser adiada. Ele disse em sua conta no Twitter que a decisão foi tomada “diante dos recentes acontecimentos no Congresso”.

A Câmara dos Deputados irá votar hoje o projeto de lei de caráter urgente 2.623/2020, que adia o Enem, em decorrência das medidas resultantes da pandemia de COVID-19, mas o anúncio antecipado do MEC pode derrubar a agenda.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com