Ministério Público vai assumir processo que pede cassação de Marcelo Déda

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

Aristóteles
Outras notícias sobre política


28 de agosto de 2009

Brasil


A Procuradoria-Geral Eleitoral informou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que irá assumir a titularidade do recurso que pede a cassação do governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT), e de seu vice Belivaldo Chagas da Silva, por prática de abuso de poder político e econômico na campanha eleitoral de 2006.

O relator do recurso no TSE, o ministro Felix Fischer, tinha solicitado ao Ministério Público Eleitoral (MPE) que se manifestasse sobre o interesse em assumir o processo contra o governador, após a desistência do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) – legenda que incorporou o Partido dos Aposentados da Nação (PAN), o autor original da ação – em seguir com o recurso. Fischer negou o pedido de desistência por considerar que o recurso era de interesse público.

O MPE já enviou ao relator o parecer pela cassação do cargo de Marcelo Déda. A procuradoria entendeu que, quando estava na condição de prefeito de Aracaju, o atual governador usou a estrutura da prefeitura para a promoção pessoal, em ações que tinham como objetivo elegê-lo governador em 2006.

O governador de Sergipe, Marcelo Déda, por sua vez, chegou a pedir ao TSE a extinção do processo porque o MPE ainda não tinha solicitado expressamente assumi-lo.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati