Milhares na Parada do Orgulho LGBT da Ucrânia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

20 de setembro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Milhares marcharam na capital ucraniana de Kiev no domingo pelos direitos LGBTQIA+, uma marcha anual que foi cancelada no ano passado por causa da pandemia do coronavírus.

Acenando bandeiras, cerca de 7.000 pessoas — abaixo do recorde de 8.000 em 2019 — marcharam pela capital. A polícia flanqueou as manifestações.

Kateryna Lytvynenko, uma participante da marcha, disse à Associated Press: "(Nós) estamos aqui para apoiar a comunidade LGBTQ na Ucrânia. Estamos aqui para promover os direitos humanos porque os direitos LGBTQ são direitos humanos e, infelizmente, o comunidade enfrenta muita violência e discriminação ainda na Ucrânia."

Artyom, que se dizia especialista em informática, disse à Agence France-Presse: "O ódio existe nesses territórios, nos países pós-soviéticos, apenas por falta de respeito. Também existe na Europa e no Ocidente, mas em um nível muito inferior. Eles respeitam os direitos humanos lá, enquanto em nosso país o respeito pelos direitos humanos está apenas começando a se desenvolver”.

A marcha foi pacífica e nenhum confronto foi relatado.

Várias centenas de ativistas dos direitos dos homossexuais realizaram sua própria manifestação em um parque em Kiev, informou a AP.

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit