Milhares de russos protestam contra Governo Putin e contra a prisão do opositor Alexei Navalny

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de janeiro de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Milhares de pessoas saíram ontem às ruas da Rússia, principalmente na capital Moscou, para protestar contra o Governo Vladimir Putin e contra a prisão do opositor Alexei Navalny, que depois de se recuperar de um envenenamento na Alemanha, foi preso na semana passada ao voltar para seu país-natal.

O governo chamou as manifestações de ilegais e disse que elas seriam imediatamente reprimidas. Cerca de 2 mil já pessoas foram detidas.

O termo "Rússia" foi um dos mais citados ontem no Twitter, onde ficou nos topic trends com 438 mil menções.

Reações

O chefe da diplomacia da União Europeia, Josep Borrell, disse estar preocupado com os protestos na Rússia. "Estou acompanhando os eventos que estão ocorrendo na Rússia com preocupação. Lamento as prisões em massa, o uso desproporcional da força, os bloqueios da Internet e dos telefones celulares”, escreveu Borrell no Twitter.

Já Embaixada dos Estados Unidos em Moscou postou no seu Twitter sobre os "relatos de ações de protesto em 38 cidades russas" e que apoiava "o direito de todas as pessoas a protestos pacíficos e à liberdade de expressão", o que foi considerado pelo Governo Putin como tentativa de interferência nos assuntos internos da Rússia.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com