Marcus Valerius é solto e pode voltar para casa

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de janeiro de 2006

Brasil


O advogado Marcus Valerius Pinto Pinheiro de Macedo, que na terça-feira (17) teve a sua prisão decretada por desacato enquanto prestava depoimento para a CPI dos Correios, foi liberado pela Polícia do Senado e já pode voltar para casa.

Valerius ficou detido pela Polícia do Senado por cerca de uma hora. Ele deveria ter sido levado para a Sede da Polícia Federal, onde seria lavrado o auto de flagrante e decretada a prisão do advogado. Contudo, a Polícia do Senado o liberou sem o pagamento de fiança.

Marcus Valeriu foi liberado porque é réu primário e o artigo 331 do Código Penal, referente a desacato de autoridade, considera o crime "leve", explicou o chefe do Serviço Cartorário do Senado, Danilo Rurik.

O advogado assinou um termo de compromisso de comparecer à Justiça quando for intimado para esclarecer o desacato.

O Ministério Público deve agora decidir pela abertura ou não do processo contra Marcus Valérius, que prevê detenção entre seis meses e dois anos pelo crime.

Ver também

Fontes