Maradona é enterrado na Argentina; houve tumulto e comoção

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

26 de novembro de 2020

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Eram por volta das 18 horas quando o carro fúnebre carregando o caixão com o corpo de Diego Armando Maradona deixou a Casa Rosada rumo ao cemitério Jardín de Bella Vista.

No meio da tarde, antes do féretro deixar o local, a polícia precisou intervir e tirar o caixão do salão onde o ex-craque de futebol argentino estava sendo velado, já que diversas pessoas que ainda não haviam se despedido do jogador invadiram o local, ao se aproximar o horário em que, a pedido da família, o velório público seria encerrado.

Tumulto controlado, policiais tiveram que criar um cordão de isolamento nas ruas por onde a procissão passou, onde milhares de pessoas se amontoavam segurando camisetas da Seleção Argentina com o número 10 e bandeiras do país, enquanto gritavam e aplaudiam como sinal de sua última homenagem.

Após a chegada ao cemitério, a família e amigos puderam se despedir do ídolo de forma privada, antes do enterro.

Notícias Relacionadas

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com