Mantega acredita que país poderá ter até 700 mil novos empregos no fim do ano

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Guido Mantega em 10 de junho de 2009.
Foto:Elza Fiúza/Agência Brasil (ABr)

Agência Brasil

18 de agosto de 2009

Brasília, Distrito Federal, Brasil


O ministro da Fazenda, Guido Mantega, acredita que até o final do ano o Brasil terá entre 600 mil e 700 mil novos empregos. Ele fez essa estimativa ao comentar o resultado divulgado hoje do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, que registrou 138.402 novos postos de trabalho no mês de julho, o melhor resultado do ano e o sexto mês consecutivo de aumento.

“O resultado do Caged sobre 138 mil novos empregos demonstra que a economia brasileira já está em recuperação gerando empregos enquanto outras economias ainda gerando desemprego. Saímos na frente e até o final do ano deveremos acumular um resultado de emprego bastante positivo. Eu acho uns 600 mil a 700 mil novos empregos.

Mostrando bom humor, Mantega disse que o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, é mais otimista que ele, pois tem a expectativa de 800 mil a 1 milhão de novos empregos em 2009. “Tomara que ele esteja certo”, afirmou. Guido Mantega não quis comentar o depoimento da ex-secretária da Receita Federal, Lina Vieira, que acontece na Comissão de Constituição e Justiça no Congresso Nacional.

Segundo Mantega, “a manutenção do emprego foi fundamental para o país superar a crise porque garantiu o mercado consumidor e o consumo e que as empresas continuassem a produção. A crise já está superada no Brasil. Até o final do ano, a economia vai girar mais empregos ainda porque a economia estará mais aquecida. “

Fonte


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati