Mais de 30 pessoas morrem em atentados no Afeganistão hoje

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

12 de maio de 2020

O Afeganistão teve um dia violento hoje, com dois atentados que deixaram inicialmente 37 mortos. Num deles, no Dasht-e-Barchi Hospital, homens armados mataram ao menos 13 pessoas, incluindo enfermeiras, mães e bebês recém-nascidos, número que havia subido para 16 no final da tarde, segundo a Al Jazeera. O outro ataque aconteceu durante um funeral na cidade de Nangarhar, no leste do país, onde 24 pessoas morreram.

O hospital, que pertence ao governo, tem uma maternidade que é administrada pela ONG Médicos Sem Fronteiras e está localizado no oeste de Cabul, onde vive a minoria hazara, alvo constante de ataques do Estado Islâmico. A ONG usou o Twitter no início da tarde, pelas 13h no Brasil, para escrever: "Confirmamos que o ataque acabou, mas os detalhes continuam incertos. Nossos esforços estão agora em salvar nossos pacientes e nossa equipe de profissionais".

A ONG Anistia Internacional também se manifestou no Twitter: "Os crimes de guerra inescrupulosos no Afeganistão, que hoje atingiram uma maternidades e um funeral, devem despertar o mundo para os horrores que os civis continuam enfrentando. Deve haver responsabilidade por estes crimes graves".

Os atentados, cuja autoria ainda não foi reivindicada, acontecem em meio à pandemia de Covid-19, que no país já infectou 4.963 pessoas, segundo dados mais recentes da Johns Hopkins University.

Fontes


Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com