MPCE pede bloqueio de bens de prefeito para cobrir gastos com obra de oceanário

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A beleza do Ceará

12 de Setembro de 2017

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O Ministério Público do estado do Ceará, através do promotor de Justiça, pediu o afastamento e o bloqueio dos bens do prefeito da cidade de Aracati e ex-secretário do Turismo, Bismarck Maia, por improbidade administrativa. O objetivo é de recuperar a importancia gasta na obra do Aquário Ceará, um oceanário que está sendo construído na capital Fortaleza pelo governo do estado.

Bismarck Maia, mencionou que o contrato com a empresa norte-americana ICM deu-se por inexigibilidade, conforme previsto na Lei de Licitações 8.666/93, para projetos técnico singulares, com pareceres favoráveis da assessoria jurídica da Secretaria de Turismo e da Procuradoria-Geral do Estado.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit