Lula se compara a Jesus Cristo e diz que vencerá a eleição

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

24 de setembro de 2006

Sorocaba-Brasil


O Presidente da República e candidato à reeleição Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participou de um comício hoje na cidade paulista de Sorocaba onde atacou duramente seus adversários e demonstrou confiança na vitória nas eleições agendadas para o próximo dia 1 de outubro. O Presidente comparou-se a Jesus Cristo insinuando que é perseguido pelas forças políticas de oposição e traído por integrantes do seu partido.

Ao comentar sobre o escândalo que aflige seu governo às vésperas da eleição, Lula disse: "Numa mesa de 12 pessoas, Cristo foi traído por um, mas mesmo assim ele não perdeu sua importância".

O Presidente disse que as denúncias de corrupção não irão impedir que ele seja reeleito Presidente do Brasil: "Podem fazer denúncias, podem até fazer exames para saber o que eu fazia de errado quando eu era feto".

Lula disse que "nunca disse que iria ganhar no primero turno por modéstia" e acrescentou que "quem quiser ir para o segundo turno terá que esperar até 2010".

Lula disse que o dia 1 de outubro (dia da eleição) "é o dia da onça beber água". E acrescentou: "Esta oncinha está com sede e eles sabem que mais quatro anos meus eu vou desmoralizar muitos que governaram este país".

Lula lembrou que sua eleição pelo voto popular terá peso político capaz de pressionar os partidos de oposição: "Eles não terão que se curvar diante de mim porque sou igual a eles. Eles vão ter que se curvar é diante da maioria do povo brasileiro. Eles vão ter que aprender que este povo aprendeu a andar de cabeça erguida e que este povo não é mais massa de manobra".

Lula disse ainda: "Essa campanha não é de um candidato contra outro candidato. Essa campanha é do povo trabalhador contra uma elite aristocrata, que manda nesse país deste que é governado, desde que Cabral chegou. É isso o que está em jogo nesse momento".

Fontes