Lula discute com Obama futuro do Protocolo de Quioto

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Amazônia
Outras notícias sobre o meio-ambiente


Agência Brasil

17 de dezembro de 2009

O presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva conversou na noite passada por telefone com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para tentar salvar o Protocolo de Quioto no acordo político que poderá ser firmado amanhã (18), último dia da 15ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-15), em Copenhague.

Segundo uma fonte ligada a Lula, na conversa, que durou cerca de 30 minutos, o presidente fez um apelo para que Obama reconheça as diferentes responsabilidades dos países ricos e das nações em desenvolvimento para combater o aquecimento global. Os Estados Unidos já disseram que não vão subscrever o Protocolo de Quioto. No entanto, o Brasil quer que os EUA não pressionem outras nações desenvolvidas a deixar as regras do protocolo para aumentar o comprometimento com ações futuras dos países emergentes.

Lula e Obama também falaram rapidamente sobre o financiamento de longo prazo para frear as novas emissões de gases de efeito estufa pelos países emergentes e adaptar as nações pobres aos efeitos das mudanças climáticas.

O telefonema teve uma série de interrupções por problemas técnicos. A ligação caiu algumas vezes, o que, segundo o assessor, deixou a conversa “um pouco truncada”.

Obama deve comparecer ao último dia da conferência. No entanto, em Copenhague há rumores de que ele não viaje à Dinamarca caso não haja possibilidade nem mesmo de um acordo político entre as 192 nações que participam do encontro.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati