Lula defende liderança do G20

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

10 de julho de 2009

Brasil


Após participar da reunião do G8, grupo que reúne os sete países mais industrializados e a Rússia, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu a manutenção do G20, que é formado pelas maiores economias do mundo.

“É preciso que haja manutenção do G20 até concluirmos toda essa discussão de economia. Se tivesse que escolher entre o G14 e o G20 eu escolheria o G20”, afirmou hoje(10)em coletiva à imprensa antes de partir de L'Áquila, na Itália. O G14 a que Lula se referiu seria formado pela integração entre o G8 e o G5 e também o Egito.

O presidente disse que ao final da reunião ainda restam divergências sobre a liberação gases de efeito estufa que, no entanto, devem ser resolvidas até o próximo encontro da Organização das Nações Unidas (ONU) para tratar do clima a ser realizada em dezembro.

“Temos um pouco de divergências por que achamos que é preciso combinar aqueles que fazem pagamento pelo sequestro de carbono com a diminuição das emissões. Se ficar apenas no pagamento pelo sequestro os países ricos, como tem dinheiro, vão continuar emitindo gás de efeito estufa e pagar para os outros sequestrarem”.

Ao avaliar os discursos dos presidentes que participaram da reunião do G8, Lula disse que é possível perceber que o pior da crise já passou. “Penso que todos estão convencidos de que a partir do próximo ano vão estar numa fase de crescimento”, afirmou.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati