Luanda regista estudantes e promete que todos vão estudar em Angola

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Agência VOA

Cadastramento segue-se a manifestação contra "gasosa" nas matrículas

29 de janeiro de 2018

A Direcção Provincial de Educação em Luanda iniciou um processo de registo dos jovens que se inscreveram e não foram admitidos a estudar nos institutos médios e centros pré-universitários de Luanda.

Segundo um dos responsáveis da comissão, Isaías Kalunga, centenas de alunos já foi cadastrada.

A medida foi tomada na sequência de protestos contra a corrupção no sistema de matriculas, protestos esses que levaram á convocação de uma manifestação na passada Sexta-feira que foi contudo dispersada pela polícia.

Isaías Kalunga, Secretario Executivo do Conselho Provincial da Juventude em Luanda, disse já estarem cadastrados mais de 800 estudantes que deverão ser encaminhados em diversas escolas em Luanda. “Quem quiser estudar vai estudar”, disse.

Kalunga disse também que o governador provincial de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho quer ajudar na resolução deste problema. “O próprio Governador de Luanda está interessado a dialogar com os jovens”, disse.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati