Lei Lend-Lease para a Ucrânia aprovada pelo Congresso dos EUA

Fonte: Wikinotícias

29 de abril de 2022

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Lend-Lease Act foi aprovado pelo Congresso dos EUA e enviado ao presidente Biden para assinatura.

Na noite de quinta-feira, foi aprovado pela Câmara dos Deputados, com maioria esmagadora de votos de ambos os partidos: 417 parlamentares votaram a favor e apenas 10 contra (todos os 10 são republicanos).

O projeto de lei bipartidário, apresentado pela primeira vez em janeiro pelo senador republicano John Cornyn e pelo democrata Ben Cardin, dá ao presidente dos EUA poder de decisão adicional sobre o fornecimento e aluguel de equipamentos militares de defesa para a Ucrânia quando for do interesse da segurança nacional dos EUA.

O presidente Joe Biden ainda pode usar os poderes de empréstimo-arrendamento sob a Lei de Controle de Exportação de Armas, mas o projeto aprovado remove vários requisitos da Lei e simplifica o processo de transferência de armas para a Ucrânia e, se necessário, para países da Europa Oriental em 2022-2023.

A Ucrânia não terá que pagar antecipadamente por suprimentos americanos de equipamentos e armas.

O Senado dos EUA já aprovou o projeto em 7 de abril.

“As forças ucranianas demonstraram força e coragem incríveis, e devemos mais uma vez servir como arsenal da democracia e fornecer-lhes toda a gama de recursos necessários para defender sua soberania”, disse o senador Kornin em comunicado após a aprovação do projeto de lei.

A Lei Lend-Lease foi aprovada em 1941 sob o presidente Franklin D. Roosevelt para ajudar a armar as tropas britânicas que lutavam contra a Alemanha. Mas então essa lei desempenhou um papel importante na guerra entre a URSS e Hitler.

A Lei Lend-Lease permitia que o presidente dos Estados Unidos alugasse ou emprestasse equipamento militar a qualquer nação estrangeira "cuja proteção o presidente considerasse vital para a defesa dos Estados Unidos".

Fontes