Líderes da UE vão debater situação da Ucrânia e novas sanções à Rússia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

27 de janeiro de 2015

União Europeia

Os líderes da União Europeia (UE) vão debater a situação da Ucrânia na reunião de 12 de fevereiro e abrem a possibilidade de novas sanções à Rússia. O comunicado foi divulgado hoje (27) em Bruxelas. Os chefes de Estado e de Governo da UE condenam "a morte de civis durante o bombardeio indiscriminado da cidade ucraniana de Mariupol", no sábado (24).

"Assinalamos, ainda, o continuado e crescente apoio dado aos separatistas pela Rússia, o que salienta a responsabilidade russa", diz o comunicado, que pede a Moscou que condene as ações dos separatistas no Leste da Ucrânia e aplique os acordos de Minsk – protocolo de 12 pontos para a paz na região.

Dada a degradação da situação, os líderes da UE pediram a seus ministros dos Negócios Estrangeiros, que se reúnam em caráter de urgência na quinta-feira (29), para analisar "novas medidas restritivas, com o objetivo de se chegar a uma rápida e abrangente aplicação dos acordos de Minsk".

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati