Líder do Hizbollah faz apelo para que líderes árabes exijam cessar-fogo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

8 de agosto de 2006

O líder do grupo terrorista Hizbollah fez um apelo para que líderes árabes defendam um cessar-fogo para a guerra que ora acontece no Oriente Médio. A entrevista foi ao ar pelo canal de televisão Al Manar, vinculado ao Hizbollah, no último dia 3 de agosto. Algumas lideranças árabes estão em conversas com o governo dos EUA para ver se encontram uma solução para a crise no Oriente Médio.

Durante a entrevista Hassan Nasrallah, líder do Hizbollah fez o seguinte apelo para os príncipes árabes: "Para o próprio bem de vocês, para o bem de seus tronos, eu digo a vocês: combinem a humanidade com seus tronos, e ajam - nem que seja por um só dia - para parar com esta agressão contra o Líbano."

Nasrallah acusou ainda os EUA de estarem por trás do conflito: "Quero dizer a nosso povo libanês, às pessoas de nossa nação, e ao mundo, e ser bem claro: o que acontece desde o primeira dia desta guerra, e ainda está acontecento, todo dia - a matança, massacres, destruição, brutalidade, e barbarismo - os únicos responsáveis por tudo isto, primeiros e mais importantes, são Bush e a sua administração americana. Em nossa opinião, Olmert e seu governo não são mais do que ferramentas nesta guerra."

Multimídia

Entrevista do líder do Hizbollah,Hassan Nasrallah. Fonte: Al Manar, MEMRI.

Fontes