Justiça boliviana ordena libertação de prefeito opositor a Evo Morales

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

28 de outubro de 2008

A Corte Superior do departamento (estado) boliviano de Chuquisaca determinou ontem (27) a libertação do prefeito (governador) do departamento de Pando, Leopoldo Fernández. A Corte declarou procedente o pedido de habeas corpus apresentado pela defesa do líder oposicionista. O governo do presidente Evo Morales já divulgou nota em que rechaça a decisão da Justiça boliviana. As informações são da Agência Boliviana de Informação.

A decisão da Justiça boliviana estabelece ainda um prazo de 48 horas para que o prefeito seja levado a Sucre, sede do Poder Judiciário no país.

Fernández está detido na cidade de La Paz desde o dia 16 de setembro último. O governo boliviano o responsabiliza pela morte cerca de 20 pessoas em Pando, durante um conflito entre a polícia do país e simpatizantes de Morales.

De acordo com o juiz penal Willams Dávila Salcedo, o prefeito admitiu que dois caminhões da prefeitura que transportavam “gente armada” foram enviados a Pando, para controlar manifestantes que fariam um protesto em favor do presidente.

Fontes