Julgamento de ex-arcebispo acusado de pedofilia é adiado por razões de saúde

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

11 de julho de 2015

Vaticano — O ex-arcebispo da República Dominicana, Jozef Wesolowski, acusado de pedofilia, está hospitalizado e sob cuidados intensivos. Ele não compareceu à primeira sessão de seu julgamento, marcada para hoje (11), anunciou o gabinete de imprensa do Vaticano.

O polonês Jozef Wesolowski, de 66 anos, foi expulso da Igreja Católica há um ano (pena máxima) na sequência de um processo eclesiástico. Ele já sofria, nos últimos meses, de problemas de saúde, que não foram especificados. A primeira sessão do julgamento teve início às 9h (4h no horário de Brasília).

Wesolowski é acusado de ter tido relações com menores em um bairro de Santo Domingo (capital do país) quando era núncio, entre janeiro de 2008 e agosto de 2013 e de ter posteriormente colocado na internet milhares de fotografias pornográficas de menores, entre agosto de 2013 e 22 de setembro de 2014, quando foi detido.

Desde que foi detido e depois de ter ficado em prisão domiciliar, Wesolowski conseguiu, em dezembro, por razões de saúde, uma medida que lhe concedeu mais liberdade de movimentos no interior da Cidade do Vaticano.

Este julgamento de um antigo prelado é uma estreia na história recente do Vaticano, e as acusações de pedofilia ilustram a linha mais severa do Vaticano para enfrentar a questão, mesmo que as associações de vítimas considerem que não a medida não irá suficientemente longe.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati