Judô: Brasil perde para Israel e é eliminado na disputa por equipes nas Olimpíadas de Tóquio 2020

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
2020 Summer Olympics text logo.svg
Jogos Olímpicos de Verão de 2020

31 de julho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A Seleção Brasileira de Judô perderá a sua cobiçada terceira medalha nas Olimpíadas de Tóquio em 2020 e voltará para casa. Após terminar em terceiro no Mundial deste ano, o Brasil entrou na batalha de times mistos na madrugada de sábado, mas foi eliminado após duas derrotas. No play-off, eles derrotaram Israel por 4-2. A Seleção Brasileira terminou em sétimo lugar no jogo.

Tenho certeza que todo mundo deixou tudo, o corpo inteiro, a alma inteira lá dentro. Mas tem muita coisa ainda pela frente. É levantar a cabeça e se dedicar ao máximo, que nosso time é muito bom

disse Mayra Aguiar depois da batalha final, ela estava muito emocionado.

A seleção brasileira teve uma disputa com a pesada Maria Suelen Altheman e a meio-pesada Mayra Aguiar, que havia se lesionado em individual no dia anterior. Além disso, Larissa Pimenta, uma local que pesa até 52 quilos, também participou da competição de peso mais alto, que chega a 57 quilos, porque nenhum atleta do país se enquadra nessa categoria.

Para retomar uma nova vida, a escolha referente à equipe que perdeu para a Holanda nas quartas-de-final foram três substituições. Eduardo Barbosa substituiu Daniel Cargnin (Daniel Cargnin) até 73 kg, Eduardo Yudi entrou na posição de Rafael Macedo com placar abaixo de 90 kg, Rafael Buzacarini substituiu La Phil Silva tornou-se o peso pesado. No entanto, essas mudanças não funcionaram: todos os três perderam. A batalha final foi Larissa Pimenta, que jogou bem, mas foi derrotada pela mais forte e experiente Timna Nelson-Levy.

O primeiro jogo foi abaixo de 73 kg. Eduardo Barbosa enfrenta Tohar Butbul. O confronto foi acirrado, e muitas disputas foram acionadas para a captura. No entanto, ninguém percebeu a previsão no tempo normal, apenas um táxi para lutar contra Butbull. A segunda punição para os israelenses aconteceu no início da mancha dourada. Butbul teve que jogar e obrigou os dois shidos contra os brasileiros a empatar a luta. Os israelenses não pararam de ofensiva e acabaram punindo Barbosa pela terceira vez.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit