Jovens da Unita discutem programa sociais do Governo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Angola.

Agência VOA

29 de outubro de 2014

Cerca de dois mil filiados da Juventude Unida Revolucionaria de Angola (Jura), organização juvenil da UNITA, provenientes de todas as provinciais do pais, estão em Malanje onde querem constatar o impacto dos programas sociais do Governo na província de Malanje.

Os jovens reunidos em acampamento nacional na Casa do Gaiatos. A iniciativa está enquadrada nas jornadas da fundação daquela organização e em homenagem ao seu patrono Samambila e inclui visitas à secção de hemoterapia do Hospital Regional de Malanje, câmaras municipais de Cangandala, Calandula e Caculama, direcção provincial da Juventude e Desportos e ao Conselho Provincial da Juventude.

O secretário provincial da UNITA em Malanje, Januário Mussambo referiu que a agenda do evento que encerra sábado integra também encontros com os administradores municipais de Malanje, Cacuso, Cangandala e Caculama para “levarem as suas impressões sobre a forma como o país está a caminhar”.

O político que se referiu ao desenvolvimento do país admitiu “que uma coisa é aquilo que a imprensa pública e as entidades governamentais propalam de que o país está a crescer, outra coisa é a própria realidade”.

Os militantes vão realizar debates académicos em torno da política da própria Jura, mas também em torno de temas muito importantes como a liderança, a gestão de conflitos e a questão da estratificação social.

“Hoje por hoje, consegue-se verificar que os jovens precisam ter a noção de gestão de conflitos porque o país está em paz, nisso é preciso ter esta noção, a capacidade de agirem em torno daquilo que é a gestão de conflito”, disse.

O secretário provincial da Unita Januário Mussambo referiu que a juventude angolana carece de mais oportunidades para ajudar o país desenvolver.

Fonte[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati