João Lourenço recupera para o Estado fazendas atribuídas ao Fundo Soberano

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
João Lourenço em 2018.

Agência VOA

Presidente angolano alega incumprimento da gestão e ilegalidades na atribuição das fazendas

5 de outubro de 2018

O Presidente de Angola, João Lourenço retirou a concessão para a gestão de seis fazendas atribuídas pelo seu antecessor José Eduardo dos Santos ao Fundo Soberano de Angola (FSDEA), liderado na altura pelo seu filho, José Filomeno dos Santos.

As propriedades faziam parte da carteira de investimentos gerida, em nome do Fundo, pela empresa Quantum Global, cujo director-geral Jean-Claude Bastos de Morais, encontra-se detido desde a semana passada, juntamente com o anterior presidente do FDSEA.

Em decreto, tornado público recentemente, João Lourenço justifica o incumprimento do FSDEA para recuperar as fazendas que serão privatizadas em concurso público.

Lourenço ainda lembra que não foram “observados os princípios e as normas” estabelecidas noa lei, “como as cláusulas, as obrigações e requisitos cumulativos previstos nos contratos para a sua entrada em vigor, nomeadamente da detenção do capital social”.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati