Japonês que pesquisou autofagia leva Nobel de Medicina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portal Saúde
Outras notícias sobre saúde


Yoshinori Osumi em 2015.
Foto: Governo do Japão.

Agência Brasil

3 de outubro de 2016

O cientista japonês Yoshinori Ohsumi ganhou o Prêmio Nobel de Medicina de 2016 pela sua descoberta do mecanismo de autofagia, processo pelo qual as células "digerem" partes de si mesmas. O anúncio feito nesta segunda-feira (3). Em organismos de seres desnutridos, a autofagia é uma das estratégias de sobrevivência e permite que as células redistribuam os nutrientes para conseguir executar as atividades mais essenciais à vida. As informações são da agência Ansa.

O conceito de autofagia já tinha sido descoberto em 1960, quando cientistas observaram que as células eram capazes de destruir seus próprios componentes e os transportar para a unidade celular chamada de lisossomo.

Em 1990, Ohsumi, pesquisador da Universidade de Tóquio, fez uma série de experiências com levedura para identificar os genes ligados à autofagia. O Nobel de Medicina é oferecido desde 1901 e o pesquisador mais jovem a receber o prêmio foi Frederick G. Banting, que tinha 32 anos em 1923 e descobriu a insulina.

Amanhã (terça-feira, 4), será anunciado o Nobel de Física; na quarta (5), o de Química; na sexta (7) o da Paz. O prémio de Economia só será anunciado na segunda-feira da próxima semana (10).

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati