Já entraram em vigor novas classificações energéticas nos electrodomésticos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

4 de dezembro de 2011

Entraram em vigor no último dia 1 as novas classificações energéticas para electrodomésticos, cujas exigências foram aumentadas, de acordo com duas directivas europeias, a directiva 2010/30/CE sobre rotulagem energética e a directiva 2009/125/CE, sobre concepção ecológica de produtos, ambas com o intuito de acompanhar e induzir a inovação ao nível tecnológico de equipamentos domésticos como máquinas de lavar roupa e louça, aparelhos de refrigeração e televisores. A nova classificação de eficiência varia entre o menos eficiente, com a classificação A, e o mais eficiente, classificado como A+++, com ganhos em termos de poupança de energia na ordem dos €35 anuais, de acordo com dados da Quercus.

À LUSA, Ana Rita Antunes, da Quercus afirmou:

Por um lado, é bom que os equipamentos com menos eficiência saiam do mercado. Por outro, é um pouco confuso para os consumidores só existirem equipamentos de classe A no mercado porque, quem vai à procura de um equipamento destes pode achar que são todos eficientes, mas há uma grande diferença de eficiência entre os A e os A+++
'


Ainda seguindo as políticas europeias, os equipamentos com classificação inferior a A, segundo a classificativa anteriormente usada, desde Julho do ano passado foram retirados do mercado todos os frigoríficos e outros aparelhos de refrigeração.

Fontes

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati