Itamaraty apela à Líbia para autorizar saída de estrangeiros e livre circulação

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

22 de fevereiro de 2011

O governo do Brasil apelou ontem (21) à noite ao presidente da Líbia, Muammar Khadafi, para que preserve o direito de livre circulação dos estrangeiros no país. Desde o fim de semana, a Embaixada do Brasil tenta retirar os brasileiros interessados em deixar a região, mas esbarra em dificuldades para a obtenção de autorização. Há cerca de 500 a 600 brasileiros na Líbia, a maioria trabalhando em construtoras privadas e na Petrobras.

“O governo brasileiro insta as autoridades líbias a tomarem medidas no sentido de preservar a segurança e a livre circulação dos estrangeiros que se encontram no país”, diz o comunicado do Ministério das Relações Exteriores.

“O governo brasileiro tem a expectativa de que as autoridades líbias deem atenção urgente à necessidade de garantir a segurança na retirada dos cidadãos brasileiros que se encontram nas cidades de Trípoli e Benghazi”, acrescenta a nota.

Em meio às informações de organizações não governamentais de que o número de mortos na Líbia pode chegar a 400, o Itamaraty recomendou que Khadafi busque o diálogo na tentativa de encerrar o impasse no país, acentuado pelas manifestações que ocorrem desde o último dia 15.

“Ao tomar conhecimento da deterioração da situação na Líbia, o governo brasileiro conclama as partes envolvidas a buscarem solução para a crise por meio do diálogo e reitera o repúdio ao uso da violência”.

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com