Incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo deixa dez mortos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

8 de fevereiro de 2019

Brasil —

Incêndio no centro de treinamento do Flamengo deixa dez mortos

Um incêndio no centro de treinamento do Flamengo, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, deixou dez mortos e três feridos na madrugada de hoje (8). Equipes de órgãos de segurança pública trabalham no local, conhecido como Ninho do Urubu, que fica no bairro da Vargem Grande.

O governo do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, decretou luto de três dias em homenagem às vítimas do incêndio. “Quero manifestar meu mais profundo pesar por essas tragédias e prestar solidariedade às famílias das vítimas. Que Deus os receba e abençoe”, disse o governador.

O secretário estadual de Esportes, Felipe Bornier, foi um dos primeiros representantes do governo a chegar ao local. “Hoje é um momento muito triste, não apenas para o Flamengo, mas para toda a sociedade carioca”, disse o secretário.

Jogos

Dez atletas morreram e três ficaram feridos, um gravemente. Os feridos estão internados nos hospitais Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, e Pedro II, em Santa Cruz.

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) cancelou toda a rodada do Campeonato Carioca. Flamengo e Fluminense jogariam amanhã, às 19h, enquanto Vasco e Resende se enfrentariam no domingo, às 17h. Ambos os jogos estavam marcados.

A secretaria municipal de Saúde do Rio de Janeiro divulgou os nomes dos três atletas feridos no incêndio. Jonathan Cruz Ventura, de 15 anos, teve 40% do corpo queimado, foi operado e deve ser transferido ainda hoje para o Hospital Pedro II, em Santa Cruz, especializado em queimados.

Cauan Emanuel Gomes Nunes, de 14 anos, e Francisco Diogo Bento Alves, de 15 anos, também estão no Lourenço Cruz, mas serão transferidos para um hospital particular.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com