Incêndio em estúdio de animação deixa mais de 30 mortos em Kyoto

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

18 de julho de 2019

Kyoto —

Homem teria adentrado o local com líquidos inflamáveis e ateado fogo no prédio em seguida

Prédio da Kyoto Animation onde ocorreu o incêndio

Um incêndio criminoso deixou mais de 30 mortos no prédio da Kyoto Animation, na cidade de Kyoto. Segundo as informações preliminares, um homem entrou no prédio da produtora, despejou um líquido inflamável e ateou fogo logo em seguida, aos gritos de "Morram!". As chamas se espalharam rapidamente pelo interior da construção. O autor do ataque se feriu no incêndio e foi levado, sob custódia policial, para um hospital. As motivações do crime ainda estão sendo investigadas. Cerca de setenta pessoas trabalhavam no local na hora do incêndio e, de acordo com testemunhas, muitas não conseguiram sair ilesas do prédio em chamas. Os bombeiros resgataram trinta e sete pessoas, e mobilizaram cerca de quarenta carros para conter as chamas.

Repercussão

A Kyoto Animation é uma tradicional empresa de animação japonesa. Fundado em 1981, o estúdio tem várias produções conhecidas no meio da animação, tais como "K-ON!", "A Melancolia de Haruhi Suzumiya" e " "Lucky Star". O primeiro-ministro Shinzo Abe se manifestou, através do Twitter, expressando condolências às famílias das vítimas. O assunto dominou os tópicos mais comentados nas redes sociais, com vários fãs e artistas lamentando o ocorrido.

Tradicionalmente, crimes violentos são raros no Japão e sempre chocam a sociedade. O último caso mais grave foi em 2016, quando um homem matou dezenove pessoas esfaqueadas em uma clínica. Já o caso mais grave de incêndio foi em 2001, quando quarenta e quatro pessoas morreram em um incêndio criminoso em Tóquio.

Fontes