Hospital de Brasília isola três recém-nascidos com superbactéria

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

30 de outubro de 2014

Brasil

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) isolou hoje (30) três recém-nascidos que estavam internados na UTI neonatal do Hospital Materno Infantil de Brasília. A medida foi tomada depois da descoberta de que os bebês estavam com a bactéria KPC, conhecida como superbactéria. Os bebês não desenvolveram infecções e passam bem.

Segundo a secretaria de Saúde, a descoberta foi feita em uma vistoria de rotina, antes que a bactéria se propagasse. Os bebês estão isolados para segurança dos demais pacientes e monitorados o tempo todo. De acordo com a assessoria de imprensa da secretaria, a UTI não foi interditada.

A superbactéria é resistente à maior parte dos tratamentos disponíveis. Segundo o Ministério da Saúde, o primeiro registro de KPC no Brasil foi em 2005. A transmissão ocorre por meio do contato direto, como tocar a pessoa contaminada, ou indireto, por meio do uso de um objeto comum.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati