Guiné-Bissau: Recuperação do sistema de protecção social não será rápida, especialista

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

27 de julho de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

Agência VOA

O jurista Roberto M’ Besba diz que a recuperação do sistema de segurança social guineense está longe de ser a curto prazo, uma vez que a Covid-19 provocou a falência de empresas que são as maiores contribuintes.

M’Besba, principal assessor do diretor-geral do Instituto Nacional da Segurança Social da Guiné-Bissau, diz que tal falência foi agravada pela ausência do Estado que “não teve a iniciativa de apoiar as empresas para que estas possam resistir à crise e manter as suas obrigações perante a Segurança Social”.

Ele não acredita na estabilização do sistema de segurança social à curto prazo.

Por outro lado, Sabino Santos, jornalista especializado em segurança social, defende que as entidades patronais devem continuar a cumprir com as suas obrigações, por ser a única forma possível de manter o sistema vivo.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit