Guiné-Bissau: Militares vs “Apolítica”

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

5 de agosto de 2009

Guiné-Bissau


Na Guiné-Bissau, o ministro da defesa, Artur Silva, explicou hoje que os militares tiveram enormes dificuldades em se assumirem como apolíticos a partir de 1991, ano da instauração do multipartidarismo no país. No que refere à reforma do sector de defesa e segurança no país, o governante guineense reconhece estar o processo carente de um novo dinamismo.

Artur Silva teceu estas considerações no âmbito de uma sessão de esclarecimento à sociedade civil, sobre as reformas da defesa e segurança realizada hoje em Bissau, onde se encontra o nosso colaborador, Lassana Cassama.

Fonte


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati