Guerra entre as Coreias termina

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

27 de abril de 2018

O Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, comprometeram–se nesta sexta-feira, 27 de abril, a assinar um acordo de paz para acabar com a guerra entre as Coreias ainda neste ano.

O novo pacto vai substituir o armistício de 1953, um cessar-fogo que nunca teve um fim oficial.

Os dois líderes também concordaram em trabalhar para a desnuclearização da península.

"Os dois líderes solenemente declararam ante 80 milhões de coreanos e todo o mundo que não vai haver mais guerra na península da Coreia e que uma nova era de paz começou", diz a declaração, assinada em Panmunjon, a zona desmilitarizada entre os dois países.

Além do fim da guerra e da desnuclearização, Moon Jae-in e Kim Jong-un acordam em eliminar acções de propaganda, participar juntos de eventos desportivos, como os Jogos Asiáticos de 2018, esforçar-se para resolver rapidamente as questões humanitárias, retomar o programa de reunificação das famílias separadas pela guerra, manter diálogos e negociações em vários campos e encorajar trocas, cooperação e contactos a todos os níveis.

A conversa entre os dois líderes teve início às 10h15 locais.

Kim é o primeiro líder norte-coreano a pisar em solo sul-coreano desde o final da guerra em 1953.

As cenas de Moon e Kim a brincar e a caminhar juntos contrastaram de forma acentuada com a sequência de testes de mísseis da Coreia do Norte e do maior teste nuclear de sua história realizados no ano passado, que desencadearam amplas sanções internacionais e criaram temores de um novo conflito na península coreana.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati