Grupo palestino libera vídeo de jornalistas da FOX News que foram seqüestrados

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

23 de agosto de 2006

Nesta quarta-feira (23) as Brigadas da Santa Jihad emitiram um vídeo que mostra os dois jornalistas da FOX News seqüestrados na semana passada e um comunicado endereçado ao governo dos Estados Unidos da América exigindo a libertação de muçulmanos no prazo de 72 horas.

É a primeira vez que se ouve falar desse grupo palestino. No comunicado divulgado nesta quarta ele diz o seguinte: "Nós iremos trocar os prisioneiros e prisioneiras das cadeias americanas pelo retorno dos prisioneiros que mantemos conosco. Nós iremos dar a vocês 72 horas, começando a partir da meia-noite de hoje para tomarem uma decisão. Senão, esperem, e nós iremos esperar por vocês."

Pela declaração não está claro se o grupo se referiu aos prisioneiros mantidos na Baía de Guantânamo ou no Iraque. Tanto num, como em outro, o governo americano mantém uma grande quantidade de prisioneiros muçulmanos.

Também não está claro o que pode acontecer caso o governo dos EUA resolva não atender as exigências.

Os seguintes jornalistas da FOX News: o correspondente internacional americano Steve Centanni, 60 anos, e o cinegrafista neozelandês Olaf Wiig, 36, foram seqüestrados na Faixa de Gaza na segunda-feira passada (14) por homens armados e mascarados.

O vídeo apareceu primeiro no canal de televisão em Gaza da Al Jazira, por intermédio da agência de notícias palestina Ramattan. No vídeo os dois jornalistas, que aparecem sentados no chão e aparentam estar em boas condições de saúde, dizem que estão bem e pedem ajuda para sua libertação. Centanni diz que eles têm acesso a chuveiros, banheiros, água limpa comida e roupas. O cinegrafista pede para que o governo local em Gaza seja pressionado para que eles possam ser libertados.

O presente seqüestro segue um padrão diferente de outros seqüestros de estrangeiros, bastante comuns na região. Além de ele ser o mais longo (geralmente os reféns costumam ser libertados no mesmo dia em que são seqüestrados), até esta quarta-feira ninguém tinha assumido a responsabilidade pelo acto e o paradeiro dos jornalistas permanecia um mistério.

Autoridades do governo palestino, inclusive o Primeiro Ministro Ismail Haniyeh, pediram a libertação dos jornalistas.

Ver também

(vídeo) Vídeo da CNN onde os seqüestrados pedem ajuda.

(vídeo) Reportagem de Steve Centanni. Reportagem da FOX News com o jornalista seqüestrado Steve Centanni.

Fontes