Grupo Wagner causa caos na Rússia; lideranças fogem do país

Fonte: Wikinotícias

24 de junho de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Grupo Wagner causou caos na Rússia nas últimas 24 horas, após tomar o controle da cidade de Rostov e após seu chefe do Wagner, Yevgeny Prigozhin, ordenar que os mercenários estacionados na região de Moscou estivessem prontos para lutar. A Pan Armenina chamou a situação de "dramática reviravolta nos acontecimentos".

O avião presidencial deixou Moscou nesta tarde. Segundo a Novaya Gazeta Europe, Putin estava no vôo, no entanto a informação foi negada por um porta-voz. Alguns oligarcas e autoridades também teriam deixado o país, entre eles o bilionário Arkady Rotenberg (seu avião pousou em Baku, Azerbaijão) e o ex-vice-primeiro-ministro Vladimir Potanin (pousou em Istambul, Turquia). O vice-primeiro-ministro da Rússia, Denis Manturov (pousou em Dalaman, Turquia), também foi citado por meios de comunicação, mas a informação não foi confirmada de maneira independente.

Prigozhin iniciou uma ofensiva ontem contra o Ministro da Defesa, Serguei Choigu, e o general Valeri Gerassimov após membros do Wagner, que lutam com as tropas russas na Ucrânia, terem sido alvejados num comboio dias atrás por "fogo amigo".

O governo russo contra-atacou e acusou Prigozhi de motim e traição. Se for preso e julgado, o mercenário pode ficar preso por até 20 anos.

Notícias Relacionadas

Fontes