Greve de policias em Fortaleza gera ondas de violências

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

3 de janeiro de 2012

Fortaleza, Ceará — Policiais e bombeiros entraram em greve no dia 29 de dezembro de 2011, com isso, ondas de violência, incluindo sequestros, roubos e arrastões, assolam a cidade de Fortaleza. Pelas redes sociais, pode-se acompanhar inúmeros relatos de violência.

A situação chegou ao estado de emergência na Zona Leste da capital, onde todas as companhias de polícia entraram em greve integralmente. As delegacias estão vazias, não há mais carros rondando as ruas.

Cenas de violência[editar]

Zona Leste[editar]

A Zona Leste, conhecida localmente como SER III (SER são as diferentes zonas da cidade segundo classificação da prefeitura), é uma região da Cidade de Fortaleza que se extende desde o Centro, passando pelo São Gerardo, Antônio Bezerra, Conjunto Ceará, até as divisas com a zona metropolitana de Caucaia. Esta área foi especialmente afetada, visto que as companhias da polícia pararam integralmente. Não se veem carros rondando as ruas. Delegacias vazias. As consequências foram imediatas, sendo esta Zona o maior pólo atual de violência da cidade.

A principal onde de violência na Zona Leste são assaltos. Em contra-partida, a população assume, na ausência desta, a instituição de polícia e sai às ruas. Vários casos de linchamento foram noticiados nessa área até então.

Antônio Bezerra e proximidades[editar]

Conjunto Ceará[editar]

Montese[editar]

Resposta da população[editar]

Em resposta à violência, cidadãos começaram ondas de linchamento, um morador de Fortaleza relata a visão de um dos muitos ocorridos:

"todos da minha rua começaram a sair de suas casas, todos os homens se aproximavam do ladrão, ..., Amarraram o meliante no poste e continuaram a surra.... Dois motoqueiros quebraram os capacetes de tanto bater na cabeça do ladrão, foram umas 8 coronhadas. Enfim o liberaram, estava mancando. Não apostaria nada na vida desse sujeito se a mãe dele não chegasse a tempo. "

O morador pediu que não colocasse seu nome na matéria com medo da violência e possíveis represarias. Nesse caso o assaltante sobreviveu, mas já é possível encontrar nas redes sociais fotos de mortos, vítimas de linchamento.

Já foram confirmados quatro linchamentos na Zona Leste de Fortaleza, dentre estes três mortes.

Greve[editar]

Os grevistas reivindicam ajuste de 80% até 2015, escala de 40 horas semanais.

Fontes[editar]


Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati