Governo brasileiro faz apelo para libertação de Ingrid Betancourt

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

8 de abril de 2008

O governo brasileiro publicou hoje (8) um apelo formal para libertação da ex-candidata presidencial colombiana Ingrid Betancourt, refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Em nota à imprensa, o Ministério das Relações Exteriores também pediu a soltura de outros cidadãos seqüestrados pela guerrilha.

"Ao condenar o seqüestro como prática inaceitável, o Governo brasileiro apela para que Ingrid Betancourt e outros cidadãos que estão em poder das Farc, em especial aqueles cuja saúde inspira mais cuidados, sejam prontamente libertados", aponta o texto.

"O governo brasileiro vê com interesse recentes manifestações do governo colombiano, no sentido de conceder anistia em troca da libertação de todos os seqüestrados, e considera que este caminho deve ser aprofundado", informa o texto do Ministério das Relações Exteriores.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva já havia se manifestado sobre o caso. Na última terça-feira (1), ele declarou "solidariedade irrestrita" ao pedido de libertação feito pelo chefe de estado francês Nicolas Sarkozy.

Refém há seis anos, Betancourt tem estado de saúde delicado. Semana passada, um médico que prestava serviço às Farc confirmou que a franco-colombiana, além de estar desnutrida, sofre com dois tipos de malária.


Fontes