Governo alemão prepara punições à pais que não vacinam seus filhos

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

5 de maio de 2019

Sanções variam entre multas aos pais e exclusão de crianças não vacinadas de creches e escolas

O ministro da saúde da Alemanha, Jens Spahn

Em meio às controvérsias crescentes envolvendo pais que não vacinam seus filhos, o que já leva à uma explosão de casos de doenças erradicadas por vacinação nos Estados Unidos, a Alemanha vem preparando uma ofensiva contra a prática que vêm crescendo no mundo todo. O ministro de saúde da Alemanha, Jens Spahn, elaborou um projeto de lei para multar pais que não vacinam seus filhos e propõe a exclusão de matrículas de crianças que se encontram nessa situação em escolas e creches do país.

A iniciativa ocorre dentro de um debate ferrenho pela obrigatoriedade de vacinação, enquanto cresce o público de adultos que se recusam a vacinar crianças. O ministro propõe multa de até 2.500 euros, cerca de 11 mil reais, aos pais. "Eu quero erradicar o sarampo", disse o ministro ao jornal Bild am Sonntag.

O ministro garante que tem apoio da premiê, Angela Merkel, para implantar a medida no país e da coalizão política dos partidos de esquerda.

Fontes[editar]

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati