Governador sanciona lei que reformula e amplia Programa Amapá Jovem

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

5 de abril de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

O governador, Waldez Góes, sancionou neste sábado, 3, a Lei N° 2.541/21, que reformula e traça novas diretrizes para o Programa Amapá Jovem. Com a mudança, a partir da publicação no Diário Oficial do Estado, o valor da bolsa benefício foi reajustado de R$120 para R$150 e foram criados mais níveis de monitorias, com remuneração de até R$1,2 mil.

A reestruturação do programa faz parte do pacote de proteção à vida e da economia, que inclui pagamentos da contas de luz e de água para as famílias de baixa renda, refinanciamento de dívidas de empreendedores, antecipação do pagamento do 13º do Renda Para Viver Melhor, entre outros. O número de beneficiários do programa foi ampliado e passou 7 mil para 13 mil jovens atendidos em todo o estado.

Antes, o programa possuía 580 monitores, divididos em dois níveis: nível 1, com uma bolsa no valor de R$ 400, e nível 2, com uma bolsa no valor de R$ 1.045. Com a alteração, serão mil vagas de monitoria no programa para todo o estado, atendendo comunidades rurais e ribeirinhas, além de aldeias indígenas, que serão destinada aos próprios bolsistas do programa, gerando oportunidade, trabalho e perspectiva de crescimento dentro do próprio programa.

Dessa forma, para concorrer a uma monitoria, o jovem deverá obrigatoriamente ser bolsista do programa, onde passará por qualificação, e posteriormente poderá ter uma oportunidade profissional.

Fontes[editar]

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit