Google planeja incorporar inteligência artificial Bard em seus aplicativos

Fonte: Wikinotícias

19 de setembro de 2023

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O Google anunciou na terça-feira que sua inteligência artificial Bard seria integrada ao Gmail, YouTube e outros aplicativos.

O Google passou anos trabalhando em sua IA, até que a OpenAI revelou o ChatGPT no final do ano passado e fez parceria com a Microsoft, popularizando a ferramenta e ganhando liderança.

O Google superou obstáculos no início deste ano para lançar Bard em todo o mundo em dezenas de idiomas, ultrapassando os reguladores europeus que levantaram questões na segurança de dados.

Um usuário pode pedir a Bard para destilar uma série de e-mails longos e confusos em um resumo conciso ou solicitar que o chatbot encontre o caminho mais rápido para um endereço usando o Google Maps.

Uma crítica comum é a sua imprecisão e aparente capacidade de falsificar informações. Os cientistas da computação chamam essa falha de “alucinações”. Bard incluirá um botão para verificar os fatos das respostas para determinar se Bard está “alucinando”.

Os ativistas há muito se preocupam com a possibilidade de as empresas treinarem seus chatbots com informações pessoais de usuários. O Google disse que Bard acessará dados privados apenas com permissão.

O Google também alegou que qualquer coleta de dados que possa realizar sobre o que os usuários armazenaram em suas contas pessoais do Docs, Drive ou Gmail não seria usada em publicidade direcionada ou treinamento de Bard. O conteúdo privado também não estaria acessível aos funcionários do Google.

“Você está sempre no controle de suas configurações de privacidade ao decidir como deseja usar essas extensões e pode desativá-las a qualquer momento”, disse o Google em uma postagem.

As extensões Bard surgiram depois que a Microsoft incorporou o ChatGPT ao Bing no início deste ano.

Fontes