Ginasta Rebeca Andrade leva ouro em Tóquio; nadador Bruno Fratus conquista bronze

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
2020 Summer Olympics text logo.svg
Jogos Olímpicos de Verão de 2020

1 de agosto de 2021

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

A atleta Rebeca Andrade voltou a fazer história hoje nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, ao conquistar um inédito ouro para a ginástica feminina brasileira. Ela já havia levado prata no dia 29 passado, quando deu a primeira medalha olímpica na modalidade ao país e primeira na modalidade geral individual feminino à América Latina. Segundo o Globo Esporte, ela também é a "primeira brasileira a ganhar duas medalhas em uma única edição das Olimpíadas" - e sua coleção pode aumentar ainda mais, já que disputa outra prova amanhã.

Rebeca recebeu nota 15.083 depois de dois saltos, a maior de todas, já que nenhuma outra ginasta na disputa alcançou a nota 15.000. MyKayla Skinner, dos Estados Unidos, alcançou 14.916 e levou a medalha de prata e a sul-coreana Yeo Seo-jeong ficou com o bronze, com nota 14.733.

Já o nadador Bruno Fratus levou a medalha de bronze nos 50m livre, com o tempo de 21s57. O ouro ficou com o americano Caeleb Dressel, que nadou em 21s42, e a prata com Florent Manadou, da França, que fez a prova em 21s53.

Notícia relacionada

Fontes

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit