Garotinho permanece em greve de fome

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

10 de maio de 2006

Brasil

O ex-governador do Rio de janeiro, Antoni Garotinho, permanece em greve de fome, após 8 dias desde quando resolveu começar o ato, em protesto ao que denomina grande perseguição da "grande midia", dos bancos e do sistema financeiro.

A assessoria de imprensa do governador comunicou na ocasião do anuncio, que duas eram as condições para o termino da greve de fome: "que seja instituída uma supervisão internacional no processo político-eleitoral brasileiro, assegurando a igualdade de tratamento a todos os candidatos, com acompanhamento de instituições nacionais que tradicionalmente defendem a democracia"; e "que os veículos de comunicação que fazem calúnias cedam o mesmo espaço para que a população possa conhecer a verdade dos fatos".

Desde o início de sua greve, Garotinho já perdeu cerca de 7 kg.

Fontes