Gabriel Heinze: "Quando as coisas vão mal, o Real Madrid é o pior clube do mundo"

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Foto de Gabriel Heinze, o defesa argentino do Real Madrid.

Madri, Espanha • 11 de março de 2009

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

"Aqui nada se salva, não há heróis nem vilões, por que estamos todos eliminados", disse Gabriel Heinze, o defensor argentino do Real Madrid. A equipe merengue foi eliminada pela quinta vez consecutiva na Liga dos Campeões, agora diante ao Liverpool.

O defensor argentino do Real Madrid, Gabriel Heinze falou ontem após a desilusão do madridismo pela quinta eliminação consecutiva na {{w|Liga dos Campeões da UEFA}.

"No Real Madrid, quando as coisas estão muito bem tudo está genial, é dos melhores do mundo, mas quando as coisas vão mal é o pior clube do mundo por tanta pressão e responsabilidade", admitiu o Heinze triste pela imagem dada em Anfield.

"Sei o que sou e a camisa que defendo. Me sinto um privilegiado por estar neste clube. Até o último dia aqui, levarei a cabeça bem levantada. Pelo grupo, deve agachar-se e olhar para adiante", disse.

O defensor madridista admitiu a superioridade do Liverpool. "É uma equipe muito dura de cair eliminado, mas foi contundente. O rival foi melhor e merece estar nas quartas-de-final. Entendo os fãs. Eu também estou muito triste. A única solução é ganhar no sábado".

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit