GP dos EUA tem apenas 6 carros, público vaia

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Entre as equipes grandes, somente as duas Ferrari participaram do GP dos EUA.

19 de junho de 2005

Problemas nos pneus Michelin e impasses gerados pelo regulamento fizeram com que a largada do GP de Fórmula 1 dos EUA, no circuito de Indianápolis, tivesse apenas 6 carros. Das equipes grandes, só as Ferrari de Michael Schumacher e Rubens Barrichello participaram. O público americano não gostou e houve vaias.

Durante os treinos livres de sexta-feira, três conjuntos de pneus do fabricante Michelin rasgaram. A Michelin desconfiou de algum problema com seus pneus depois que o piloto alemão Ralf Schumacher, da Toyota, sofreu um acidente durante os treinos. Segundo a informação divulgada por algumas equipes, os pneus Michelin poderiam resistir no máximo 10 voltas na corrida, cuja duração é de 73 voltas.

A Michelin tentou junto à FIA solicitar a troca do conjunto de pneus, sob a alegação de que não poderia garantir a segurança dos pilotos, caso eles usassem pneus defeituosos. Todavia, o regulamento não permite a troca. Tentou-se resolver o impasse, foi sugerida a colocação de uma chicane extra para reduzir a velocidade dos carros, mas não chegou-se a um acordo.

Conseqüentemente os carros de pneu Michelin fizeram apenas a volta de apresentação e foram recolhidos. A largada da prova teve somente os seis carros (o número mínimo permitido) que não usam pneus Michelin: Jordan, Minardi e Ferrari. Por fim, a prova transformou-se numa disputa entre as Ferrari. Michael Schumacher chegou em primeiro e Rubens Barrichello em segundo.

Muita gente que assistiu ao Grande Prêmio protestou e algumas pessoas foram embora para casa antes de a prova terminar. Houve quem pedisse o dinheiro de volta. Para completar a má sorte do Grande Prêmio, Rubens Barrichello e Michael Schumacher brigaram por causa de uma "fechada" que o alemão deu no brasileiro durante a corrida, e ambos não se cumprimentaram no final, no pódio, ficando com "a cara amarrada".

O grande prêmio só foi bom mesmo para as Minardis de Frisesacher e Albers que marcaram os primeiros pontos no campeonato.

A classificação final da prova foi a seguinte:

1. Michael Schumacher

2. Rubens Barrichello

3. Tiago Monteiro

4. N. Karthikeyan

5. C. Albers

6. P. Frisesacher

Fontes