Gâmbia: Estados da África ocidental determinam retirada de Yahya Jammeh

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Predefinição:Infotabela Gâmbia

Agência VOA

Conselho de Segurança da ONU reconhece Adama Barrow como Presidente.

20 de janeiro de 2017

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (Cedeao) determinou que Yahyah Jammeh deverá deixar o poder hoje, até o meio-dia, e caso contrário será removido por acção militar.

“Suspendemos as operações e demos um ultimato”, disse Marcel Alain Souza, chefe da Cedeao, que congrega 15 países.

Souza frisou que “se até o meio-dia não aceitar deixar a Gâmbia, iremos de facto intervir militarmente”.

Jammeh, que ficou 22 anos no poder, perdeu as eleições de Dezembro, mas recusa deixar o poder.

Adama Barrow, o vencedor, tomou posse ontem (19/1) como Presidente na embaixada da Gâmbia, no Senegal.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas reconhece Barrow como Presidente legitimo da Gâmbia.

O porta-voz do Departamento de Estado, John Kirby, disse que os Estados Unidos apoiam a força da África ocidental, porque o seu objectivo é ajudar a estabilizar a tensa situação e procurar respeitar a vontade do povo da Gâmbia.

Os Estados Unidos não tencionam enviar tropas para a Gâmbia.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via Google+ Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati