Gâmbia: Estados da África ocidental determinam retirada de Yahya Jammeh

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Predefinição:Infotabela Gâmbia

Agência VOA

Conselho de Segurança da ONU reconhece Adama Barrow como Presidente.

20 de janeiro de 2017

A Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (Cedeao) determinou que Yahyah Jammeh deverá deixar o poder hoje, até o meio-dia, e caso contrário será removido por acção militar.

“Suspendemos as operações e demos um ultimato”, disse Marcel Alain Souza, chefe da Cedeao, que congrega 15 países.

Souza frisou que “se até o meio-dia não aceitar deixar a Gâmbia, iremos de facto intervir militarmente”.

Jammeh, que ficou 22 anos no poder, perdeu as eleições de Dezembro, mas recusa deixar o poder.

Adama Barrow, o vencedor, tomou posse ontem (19/1) como Presidente na embaixada da Gâmbia, no Senegal.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas reconhece Barrow como Presidente legitimo da Gâmbia.

O porta-voz do Departamento de Estado, John Kirby, disse que os Estados Unidos apoiam a força da África ocidental, porque o seu objectivo é ajudar a estabilizar a tensa situação e procurar respeitar a vontade do povo da Gâmbia.

Os Estados Unidos não tencionam enviar tropas para a Gâmbia.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati