França desmente tese das FARC que Reyes negociava com países europeus

6 de março de 2008

Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram LinkedIn Reddit
Email Facebook Twitter WhatsApp Telegram

 

O governo francês desmentiu comunicado das FARC em que era alegado que o narcoterrorista Raúl Reyes estaria numa missão de interlocução com governos estrangeiros, entre eles a França e a Suíça para negociar a libertação de reféns.

O porta-voz do governo francês, Laurent Wauquiez, disse durante uma entrevista colectiva que "Reyes foi interlocutor há muito tempo" mas "não nos últimos días".

O jornal colombiano El Pais citou o jornal francês Le Figaro para dizer que o "último contacto de Reyes com governos europeus foi em junho de 2007".

Fontes[editar | editar código-fonte]