Filipe Nyusi anuncia retomada do diálogo com a Renamo

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência VOA

17 de maio de 2018

Presidente moçambicano garante que vai cumprir o que foi acordado com Afonso Dhlakama

O Presidente moçambicano garantiu nesta quinta-feira, 17, que vai relançar, nos próximos dias, o processo de descentralização, cuja proposta, acordada com o antigo líder da Renamo, Afonso Dhlakama, está em sede da Assembleia da República à espera de ser aprovada.

A promessa, que surge duas semanas depois da morte de Dhlakama, foi feita perante dirigentes das Forças de Defesa e Segurança e durante uma cerimônia pela passagem dos 43 anos da criação da Polícia da República.

“Irei dedicar os próximos dias a este dossiê, naturalmente repondo o diálogo”, anunciou Filipe Nyusi, frisando que vai seguir a linha consensualizada com o seu antigo interlocutor, Afonso Dhlakama.

Numa altura em que o pacote está encalhado no Parlamento, por conta de divergências entre as bancadas da Frelimo e Renamo em torno da indicação dos administradores depois das eleições de 2019, Nyusi reconhece que o relançamento do processo vai exigir um esforço adicional.

“Reafirmamos que o processo continua, naturalmente exigindo esforço adicional para a socialização e harmonização dos avanços que havíamos alcançado, sobretudo no que tange aos passos a dar no processo da descentralização”, frisou.

Refira-se que depois da morte de Afonso Dhlakama, o principal interlocutor para as fases subsequentes do diálogo político, cuja agenda principal é a desmilitarização e reintegração das milícias da Renamo, é o tenente-general, Ossufo Momade, líder interino do partido.

Fonte

Compartilhe essa notícia: Shared via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Newsvine Compartilhe via Reddit.com Share on stumbleupon.com Compartilhe via Technorati