Federação Internacional de Judô prorroga definição de ranking olímpico

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
2020 Summer Olympics text logo.svg
Jogos Olímpicos de Verão de 2020

Agência Brasil

10 de março de 2020

A Federação Internacional de Judô (IJF, sigla em inglês) estendeu em um mês o fechamento do ranking que definirá os classificados para a Olimpíada de Tóquio, no Japão. Agora, os atletas terão até 30 de junho para competir e somar pontos. A prorrogação é justificada pelo cancelamento de eventos do circuito mundial previstos até 30 de abril, como o Grand Slam de Ekaterimburgo (Rússia) e os Grand Prix de Tbilisi (Geórgia) e Antália (Turquia). As suspensões foram motivadas pelo surto do novo coronavírus (Covid-19).

Ainda nesta terça-feira (10), a IJF adiou os torneios marcados também para o último dia de abril. Entre eles, o Campeonato Pan-Americano Sênior de Montreal, no Canadá, que seria disputado pela seleção brasileira. A federação internacional ainda não confirmou a nova data do evento.

Para compensar as suspensões, a entidade transformou a etapa de Budapeste, na Hungria, inicialmente um Grand Prix (700 pontos ao campeão) em um Grand Slam (1.000 pontos ao vencedor). O torneio, até o momento, está mantido e marcado para o período de 12 a 14 de junho.

No calendário da IJF, seguem previstos o Grand Slam de Baku (Azerbaijão), de 8 a 10 de maio, e o Masters de Doha (Catar), entre 28 e 30 do mesmo mês, este com pontuação 1.800 ao vencedor. A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) deve anunciar os convocados para Tóquio após a nova data de fechamento do ranking — cerca de duas semanas antes do embarque das delegações brasileiras para o Japão.

Fonte

Compartilhe
essa notícia:
Compartilhar via Email Compartilhe via Facebook Tweet essa reportagem Compartilhe via WhatsApp Compartilhe via Telegram Compartilhe via LinkedIn Compartilhe via Digg.com Compartilhe via Reddit.com