Febre amarela: viúva quer processar governos do Brasil e Espanha

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

14 de janeiro de 2008

Brasil

Segundo O Estado de S. Paulo, a viúva de Salvador Perez de la Cal, que morreu no sábado (12) com suspeita de febre-amarela, disse que pretende processar os governos do Brasil e da Espanha.

Segundo a viúva, Marny Selma de Mendonça, 31 anos: "Os governos omitiram informações sobre um surto de febre amarela em Goiás (...) Vou à Justiça para responsabilizar estes governos e assim impedir que outros tenham suas vidas e famílias desmoronadas pelo descaso público."

Marny disse que ela e seu marido entraram numa região de risco de febre-amarela sem que tivessem sido avisados pelo governo.

Ela ainda citou como exemplo a chegada ao Brasil neste sábado de seu cunhado e sogra sem que tivessem sido perguntados sobre os respectivos cartões de vacinação.


Fontes