FAB não descarta nenhuma hipótese para desaparecimento de avião

Origem: Wikinotícias, a fonte de notícias livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Agência Brasil

1 de junho de 2009

Brasília, DF, Barasil

O coronel Jorge Antônio Amaral, vice-chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, afirmou hoje (1º) que a Força Aérea Brasileira (FAB) considera todas as hipóteses possíveis para o desaparecimento do Airbus A330 que seguia do Rio de janeiro para Paris. “Vamos pensar em tudo, do pior ao melhor”, disse.

Para ele, a melhor hipótese é que o piloto tenha tido problemas durante o vôo, mas, de alguma forma, conseguiu realizar um pouso forçado. “Isso é possível, os pilotos fazem esse treinamento em simuladores de vôo”. Porém, diante do problema de pane elétrica comunicado à Air France, é possível que “algo pior tenha acontecido”.

O coronel informou que seis aeronaves da FAB já foram deslocadas para Natal e Fernando de Noronha, mas, até o momento, as buscas não começaram. “Estamos, primeiramente, levantando todos os dados de rota [do avião desaparecido]”, disse.

“Temos que iniciar o mais rápido que pudermos. Vamos chegar na área onde o último contato foi feito e tentar achar alguma coisa no mar”, acrescentou.

O Airbus A330, com 216 passageiros e 12 tripulantes a bordo, partiu do Rio de janeiro às 19h de ontem (31) e deveria ter chegado a Paris às 6h15 de hoje (11h15 no horário local).

Fonte